Inglês para imigração – teste de proficiência em inglês

Muitos enxergam a oportunidade de morar ou estudar fora como uma chance de aprimorar os seus conhecimentos de uma língua, como o inglêspor exemplo, no entanto, já ter o domínio deste, facilita muito a adaptação, abrindo diversas portas. Além disso, no caso do Canadá, é exigido do candidato a imigrante que realize um exame de proficiência de línguas, para a concessão do visto.
 
Inglês para imigração: o que são exames de proficiência?
 
Dentre as várias etapas necessárias para se habilitar a imigrar para o Canadá, é exigido que seja realizado um exame de proficiência, em inglês ou francês, avaliando nível de domínio do candidato sobre o idioma, e mais que isso: o resultado obtido nesse exame impacta diretamente nas chances de imigração.
 
Os exames são realizados por instituições específicas, e podem ter validade não apenas em território canadense, como também em diversos outros países, isso porque são duas as opções de exames que podem ser realizadas: o IELTS, disponível no Brasil e válido em diversos países, e o CELPIP, que é realizado e válido exclusivamente no Canadá.
 
Optar por qual deles realizar é uma escolha muito pessoal, mas que também depende de fatores objetivos como: caso voce esteja no Brasil, sua única opção é o IELTS, e uma vez que já esteja no Canadá buscando o visto de permanência, pode escolher entre os dois exames.
 
Independente da escolha é fundamental que se prepare adequadamente para a realização dos exames, que além de possuírem um grau de dificuldade elevado são caros, chegando ao valor aproximado de R$ 800,00 por pessoa.
 
Uma alternativa é procurar os cursinhos preparatórios que, além de ajudar a aprimorar o seu inglês para imigração, ainda ajudam o candidato a entender a estrutura da prova, bem como as suas principais características, questões mais comuns, etc.
 
Mas o que os exames IELTS e CELPIP exigem do candidato?
 
Em ambos os casos a prova de proficiência é dividida em quatro partes: reading, listening, writting e speaking, que irá avaliar a capacidade de leitura, de compreensão auditiva, de escrita e de fala,
respectivamente. A partir dos resultados obtidos em cada etapa, chega-se a uma nota média que reflete seu domínio da língua inglesa em todos os aspectos.
 
As diferenças existentes entre o IELTS e CELPIP são poucas em nível de exigência, no entanto, enquanto a prova do IELTS segue uma estrutura mais tradicional, com provas realizadas no papel e com conversação com o avaliador, no CELPIP todas as etapas são informatizadas, o que pode funcionar melhor para aqueles mais introvertidos.
 
Nos dias de hoje ter domínio da língua inglesa é fundamental em diversas situações, e mais que isso, obrigatório para os que têm planos de mudar de país. O estudo e prática constantes são fundamentais para se destacar nos exames de proficiência e assim conseguir o tão desejado visto de permanência.
 
Continue nos acompanhando para saber mais sobre a vida no Canadá!
 
Dúvidas ou sugestões? Deixe um comentário!
 
Até a próxima!
 
Postado por: Interapoio | www.interapoio.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *