Eleições no Brasil enquanto mora no Canadá – O que fazer?

O direito de escolher os representantes que ocupam cargos nos poderes executivos e legislativos é uma das maiores conquistas dos cidadãos, sendo que muitos vezes o direito a voto acaba se confundindo com o próprio conceito de cidadania, uma vez que esse seria a expressão máxima da vontade popular.

Embora o sistema político brasileiro há algum tempo esteja em descredito e muitas pessoas enxerguem a classe política como um mal a nação, a realidade é que as mudanças que desejamos só serão possíveis de serem alcançadas através da participação.

Se você está pensando que nas próximas eleições já pretende viver em terras canadenses e que portanto não irá participar do processo eleitoral, saiba que é sim possível votar no exterior!

Como votar no exterior 

Vale lembrar que mesmo aqueles possuem visto de residência permanente no Canadá ainda são considerados cidadãos brasileiros, e portanto continuam possuindo direito a voto, sendo que para isso se faz necessário observar alguns detalhes.

O primeiro ponto a saber é que votar no exterior, em qualquer país não, apenas no Canadá, é restrito a escolha dos cargos de presidente e vice, não podendo participar do processo eleitoral de prefeitos e governadores ou mesmo os cargos legislativos.

Ainda assim para que você tenha acesso a esse direito é necessário realizar a transferência do domicílio eleitoral, informando assim a justiça eleitoral brasileira que reside em outro país.

Para isso você deve comparecer pessoalmente em uma embaixada ou consulado portando documento de identificação com foto (mas atenção: o passaporte não é mais válido), comprovante ou declaração de residência no exterior (você pode baixar o formulário aqui) e título de eleitor (caso possua).

Lembrando ainda que para a transferência ser concretizado e estar apto a votar no exterior é necessário estar em dia com a justiça eleitoral, ter transcorrido um ano da última solicitação de transferência, estar residindo no novo país há ao menos 3 meses.

No Brasil o voto além de um direito é uma obrigação, logo caso não queira transferir seu domicílio eleitoral, será necessário sempre justificar o voto em todos os processos eleitorais, seja os voltados a escolha de presidentes e governadores, como teremos em 2018, ou os que permitem a escolha prefeitos e vereadores que estamos vivendo esse ano.

Como fazer para justificar o voto no exterior

Mesmo com o avanço das tecnologias hoje as possibilidades para o eleitor justificar seu voto via internet estão restritos a cinco estados da confederação: São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte.

Dessa forma se sua cidade de origem é um munícipio de um desses 5 estados, é possível justificar o voto no exterior através da internet acessando o sistema “Justifica”, onde deverá enviar o requerimento de justificativa devidamente preenchido, e cópia do documento de identificação e os comprovantes da justificativa.

Caso seu estado de origem não esteja entre os cinco aqui citados, a opção é o envio pelos correios ao cartório eleitoral de seu estado dos mesmos documentos mencionados no procedimento online.

Vae lembrar que é fundamental justificar o voto no exterior, em todos os turnos, para manter sua situação diante da justiça brasileira regularizada, uma vez que a ausência em três eleições sem justificativa cancela o seu título de eleitor o que pode ocasionar diversos problemas, inclusive com seu passaporte.

Além da participação de cada cidadão ser fundamental para os rumos do país, é importante estar atento aos procedimentos para votar e justificar a ausência nas eleições no exterior , estando em dia com a justiça brasileira e evitando complicações desnecessárias.

Ficou com dúvidas ou possui alguma sugestão? Deixe um comentário!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *